Como prevenir e tratar varizes na adolescência

Se você pensa que sofrer com varizes é privilégio de pessoas mais velhas, saiba que está enganado, pois elas também podem acometer, embora seja menos comum, adolescentes de ambos os sexos.

Na verdade, varizes na adolescência não é tão incomum, e podem ser tratadas, o problema maior é quando elas começam a afetar a autoestima do jovem, principalmente, nessa fase de autoaceitação, de tantas inseguranças, descobertas e transformações, fazendo com que seja mais suscetível a sofrer com o lado estético das varizes.

Portanto, é fundamental os pais estarem sempre atentos, sem subestimar ou superestimar o problema, procurar não passar pressão e nem mais insegurança.

Em que idade surgem as varizes?

Embora elas não tenham uma idade certa para aparecer, as varizes podem começar a se manifestar por volta dos 20 a 50 anos, sendo raras em crianças.

Infelizmente, a principal causa ainda é genética, com a pessoa nascendo com as veias mais frágeis, as quais podem se dilatar e se tornar tortuosas, causando as varizes.

Mesmo que outros fatores como sobrepeso, tabagismo, hormônios e sedentarismo colaborem para o surgimento das varizes, elas são essencialmente determinadas pelo histórico familiar.

Por isso, caso a família apresente a doença, o indicado é começar a tratar desde cedo, prevenindo, dentro do possível, o seu surgimento.

Por que as varizes surgem na adolescência?

Então, desde cedo, até durante a primeira menstruação da menina, ela já pode apresentar aqueles vasinhos, ou varizes, dependendo da carga genética, como no caso do pai e a mãe terem varizes.

Vale saber que esses vasinhos, assim como as varizes, podem piorar ainda mais com o uso precoce de anticoncepcionais, pois eles contêm estrógeno e progesterona, que hormônios femininos altamente maléficos para o sistema venoso.

Como prevenir as varizes na adolescência

Como foi dito, ao se observar a predisposição genética, como no caso dos pais terem o problema, quanto mais cedo o jovem tratar, mais chances terá de reverter, ou minimizar o problema, já que além da estética, as varizes podem atrapalhar, e muito, o emocional e a qualidade de vida da pessoa, com dores, inchaços, manchas, formigamentos, entre outras complicações mais sérias.

Por isso, o ideal é que o adolescente entenda a importância de se cuidar,   evitando o cigarro e bebidas alcoólicas, que prejudicam o bom funcionamento das veias e artérias, cujas consequências chegarão mais tarde.

Além disso, o uso preventivo de um bom creme para varizes pode ajudar bastante.

Outras formas de prevenir varizes na adolescência são:

  • Praticar exercícios físicos regularmente e manter uma dieta equilibrada, evitando ganhar peso;
  • Evitar saltos muito altos, optar, sempre que possível, por calçados com, mais ou menos, 4 cm de altura;
  • Evitar usar roupas muito apertadas, principalmente, nas coxas, para não dificultarem o retorno venoso.

Tratamentos para varizes na adolescência

É sempre bom, principalmente, se o jovem se sentir inibido com o problema, recorrer a um profissional que saberá indicar a melhor forma de tratamento, levando em conta a idade e o estágio do problema.

O importante é não deixar que o problema interfira na qualidade de vida do jovem, afetando sua autoestima.

Vale saber que hoje os tratamentos de varizes e vasinhos estão cada vez mais simples e menos invasivos, sem que seja preciso se submeter a cirurgias. A dica, portanto, é conversar com o médico para que possa indicar o melhor tratamento.

Related Post

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *